Home

Por razões pessoais, deixei de acompanhar as atividades do vereador Abou Anni.

Interessados em continuar seguindo com o trabalho, favor entrar em contato.

Anúncios

posse suplentesA Câmara Municipal de São Paulo realizou nesta quarta-feira a posse dos seis vereadores suplentes que assumirão as vagas deixadas por parlamentares em licença. Por volta das 16h30, coube aos vereadores Coronel Camilo (PSD), Alessandro Guedes (PT), Wadih Mutran (PP), Abou Anni (PV), Orlando Silva (PC do B) e Marquito (PTB) responderem “assim o prometo”, como manda o protocolo, ao juramento lido pelo presidente da Casa, vereador José Américo (PT), comprometendo-se a exercer o mandato com dedicação e lealdade, cumprindo as leis e defendendo a justiça social, a paz e a igualdade de tratamento aos cidadãos.

“Chego com humildade e respeito. Estou aqui para fazer minha parte em prol de uma cidade muito melhor”, afirmou o vereador Alessandro Guedes, ao ser empossado.

Wadih Mutran, em seu oitavo mandato, afirmou que fará “o que for bom para a população de São Paulo” e trabalhará para que o prefeito possa fazer um bom governo. O vereador Orlando Silva, ex-ministro dos esportes, também declarou que irá “contribuir para que o programa de governo do prefeito Fernando Haddad (PT) seja cumprido”.

Já o vereador Abou Anni afirmou que retomará projetos voltados para a educação no trânsito. Segundo ele, embora os cidadãos sintam um clima de insegurança pública em São Paulo, é preciso deixar claro que “o trânsito mata muito mais”.

Marquito, suplente do vereador Celso Jatene (PTB), prometeu ter como foco projetos voltado à educação e saúde, levando a sério o trabalho na Câmara. “Comédia só na TV”, afirmou.

Eleito presidente da Câmara na última terça-feira, o vereador José Américo destacou que embora a atuação do legislativo esteja fortemente relacionada à atuação do Executivo e regida pela Lei orgânica do Município, o parlamento terá “uma agenda própria de debates”, além de audiências públicas nos bairros para maior participação dos cidadãos.

Visita ilustre
O apresentador do SBT, Raul Gil, acompanhou a cerimônia de posse de seu sobrinho, Marquito, e desejou aos vereadores dessa legislatura trabalho “honesto e de coração”. Na opinião do comunicador, São Paulo é uma das maiores metrópoles do mundo e tem desafios enormes, como enchentes e falta de moradia. “Os vereadores precisam tratar o povo como se fosse sua família”, destacou.

Relação de suplentes empossados:

– Vereador Coronel Camilo (PSD) assumiu em vaga deixada pelo vereador Antonio Carlos Rodrigues, que foi para o Senado.

– Vereador Wadih Mutran (PP) ocupou vaga do vereador Donato (PT), que assumiu Secretaria de Governo na Prefeitura de São Paulo.

– Vereador Alessandro Guedes (PT) ocupou vaga de Eliseu Gabriel (PSB), que foi para a Secretaria Municipal do Trabalho e do Empreendedorismo.

– Vereador Marquito (PTB) ocupou vaga de Celso Jatene (PTB), que foi para a Secretaria Municipal dos Esportes.

– Vereador Abou Anni (PV) ocupou o lugar de Ricardo Teixeira (PV), que foi para a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente.

– Vereador Orlando Silva (PCdoB) ocupou a vaga de Netinho de Paula (PCdoB), que foi para a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial.

Confira o vídeo: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=hb8Hf_xh-FQ

(02/01/2013 – 18h37)

http://www.camara.sp.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=13690:vereadores-suplentes-sao-empossados-na-camara-municipal&catid=37:eventos&Itemid=94

Eleições 2012

10/10/2012

O vereador Abou Anni não foi reeleito no último pleito.

Apanhado

30/09/2012

Alguns pontos levantados ao longo do tempo em que acompanhei o vereador Abou Anni (estão todos detalhados no site):

  1. Ele sabe se defender de acusações, como no caso em que processou um cidadão que falava mal dele na internet. Por outro lado, não demonstrou nenhum interesse pela situação do bairro que esse cidadão apontava como problemática;
  2. Foi vice-presidente da CPI das enchentes, mas aprovou a redução de verbas para áreas de risco. Quando questionado, afirmou que o voto do legislativo é indiferente. Ainda assim, se candidatou novamente esse ano;
  3. Propôs pagar policiais para trabalhar durante suas folgas, mas não encontrei nada propondo para melhorar seu salário em dias úteis, o que lhes garantiria o descanso merecido;
  4. Propôs um projeto de lei que aumenta o poder da prefeitura sobre a guarda civil, com indicação de cargos;

A impressão que me deixou foi que o vereador não quer ser incomodado. Quer manter seu cargo mexendo em algumas coisas para favorecer a guarda civil, e ser pago por todos nós pra isso.

Há algum tempo não vejo novidades sobre o vereador Abou Anni. Há pouco, no entanto, surgiram diversos vídeos no YouTube com campanhas de renovação, sugerindo a saída do vereador e a entrada de outros nomes. Segue um exemplo: http://www.youtube.com/watch?v=pOs2Vms2UZY

Do informativo do vereador “eleicoes2014”

Há algum tempo publiquei imposturas do vereador Abou Anni com relação a suas responsabilidades como vereador.
Além de alegar que o voto do legislativo é indiferente em termo de efetividade ( https://a1vabouanni.wordpress.com/2011/04/21/vereador-afirma-ser-indiferente-em-efetividade-o-voto-do-legislativo/ ) o vereador processou um cidadão que o estava ofendendo na internet.
O caso foi pra justiça. Segundo o relato, no próprio tribunal o vereador foi convidado a conhecer a comunidade e disse não ter nada a ver com a comunidade. Isso não merece processo. E é capaz de ser eleito novamente.

Segue vídeo: